Rádio Interativa FM, 104,9 - Riacho de Santana/ RN

Recreação infantil aquece o mercado com a contratação de monitores temporários no centro-oeste paulista

A maioria dos monitores é formada por jovens que buscam uma oportunidade de ganhar uma renda extra durante as férias. Recreação infantil aquece o mercado com a contratação de monitores temporários

Durante o período de férias escolares, os empresários recorrem à contratação de monitores temporários para atender a demanda da recreação infantil. Além de movimentar a economia, enquanto a garotada se diverte, a medida serve como oportunidade de trabalho para muitos jovens.

📲 Participe do canal do g1 Bauru e Marília no WhatsApp

Um espaço de lazer, com praça de alimentação e área recreativa, às margens da Rodovia Marechal Rondon (SP-300), em Bauru (SP), contratou 10 temporários para o mês de julho. A maioria dos monitores é formada por jovens que buscam um dinheiro extra durante as férias.

"A gente realiza uma programação de férias com as crianças, e os monitores irão trabalhar aqui nessa área especial, serão quatro ou cinco profissionais, dependendo do fluxo, na área recreativa. Os demais monitores para atuar nas outras operações", conta Matheus Martini, sócio proprietário do local.

Uma oportunidade e tanto para jovens como o estudante de Educação Física Thiago Concon que, além de se desenvolver profissionalmente, se diverte também. "Sempre me dei bem com criança, sempre cuidei de sobrinho e de primo mais novo. É sempre divertido", comenta.

Recreação infantil aquece o mercado com a contratação de monitores temporários

FIB/Divulgação

Os interessados passam por treinamento criterioso antes de iniciar as atividades. Uma instituição de Bauru afirma receber mais de 60 crianças durante o período para atividades recreativas, sendo necessária a contratação de mais oito pessoas para ajudar na demanda. Na seleção, quem demonstra afinidade com a área e proposta de educação tem vantagem.

"O profissional tem que ser capacitado, tem que ter um olhar atento para as relações que as crianças estabelecem nesse período fora de casa, do ambiente escolar, então, desde questões raciais, de gênero, questões que devemos estar sempre atentos, porque é um momento de desenvolvimento da criança", explica Frederico Dias, monitor de esportes do local.

Uma empresa de recreação infantil que atua em Bauru e Marília (SP) prepara 15 pessoas contratadas para auxiliar durante o período, que já conta com sete colônias de férias fechadas.

"É importante que os monitores se sintam preparados para atender as demandas das crianças, saber como se portar perante as crianças e também aos pais. Então, que eles estejam preparados para tudo que influencia a recreação", conta Yago Rodini D`Elia.

Nesse processo, todo mundo ganha, até quem gasta, ou melhor, investe para fazer a alegria da criança. "Você sabe que a pessoa está ali, acompanhando a criança, porque eles são imprevisíveis", diz a dona de casa Celina Luque.

Contratação de temporários aumenta nas férias nas empresas de recreação

TV TEM/Reprodução

Veja mais notícias da região no g1 Bauru e Marília

Confira mais notícias do centro-oeste paulista:

NOTÍCIAS MAIS LIDAS